Diretor da Getran esclarece uso de radar móvel e fala sobre lombadas eletrônicas

O diretor da autarquia, Waldemar Wuerges, explicou aos ouvintes da Rádio Pomerode sobre os procedimentos adotados nas ações de fiscalização da Getran, ao passo em que são instaladas seis lombadas eletrônicas no município. Na Rua Hermann Weege, defronte ao hospital e à empresa Netzsch, na Rua Presidente Costa e Silva, defronte à Pomerplast e na Rua Luiz Abry, defronte à Igreja Assembleia de Deus, os equipamentos instalados irão operar com a velocidade de 50 km/h.

 
Já na Avenida 21 de Janeiro, defronte ao Centro Educacional Nossa Senhora de Fátima, e na Rua 15 de Novembro, defronte ao CEI Ruth Koch, os equipamentos irão autuar os condutores que ultrapassarem os 40 km/h. De momento, as lombadas eletrônicas estão sendo testadas e não estão multando, segundo o diretor da Getran. Os equipamentos fixos estarão sendo inspecionados pelo Inmetro na próxima semana e, a partir disso, estarão homologados para poder funcionar em caráter definitivo.
 
O responsável pela Gerência de Trânsito de Pomerode explicou que os radares móveis, em plena operação desde o mês de abril, operam de acordo com o limite de velocidade disposto em cada via. Locais como o contorno viário e a Rua Testo Alto por exemplo, estão sendo fiscalizados com a velocidade de 60 km/h. Em frente a creches, o limite estabelecido é menor, de 40 km/h. Vias com maior número de circulação de veículos, com comércio, estacionamentos e circulação de pedestres, como as Ruas Hermann Weege, Presidente Costa e Silva e Luiz Abry estão sendo fiscalizadas com o limite de 50 km/h.
 
Ouça a íntegra da entrevista com o diretor da Getran, que traz mais detalhes sobre o assunto.

Data: 11/06/2019
2017 - Todos os Direitos Reservados à Rádio Pomerode.
Site desenvolvido por:
Alho-poró e DM System